Follow by Email

O VÔO DO AMOR

Meu vôo passa por campos abertos, amplos e vastos, onde expresso-me
Percorro distâncias imensas onde a ternura se manifesta
Não paro para me opor a nada que encontro
Distribuo sorrisos, carinho e paz.

Faço-me presente por onde passar
Me recrio quando não me encontro
Tudo por onde eu estiver será o bastante.

Mesmo os que não me compreenderem, jamais me esquecerão
A mágica está no brilho da minha paz, que não força mudanças, mas que integra.

Os que não se revigoram com minha força nunca encontram o conforto que precisam.
Mesmo assim, dirão que sou A Ilusão Brilhante, porque é doce o sabor do meu rastro
e minha luz é transparente.
Estes mesmos que me chamam de Ilusão, atormentados estão por não renovarem suas vidas, tão amargas.
Quanto mais negam a mim, mais sou o centro de suas vidas.
Viver para me evitar ou negar é o mesmo que viver por mim, sem mim.
Quanto mais vazia for a crença da minha existência, mais persistirei em suas vidas insanas.



Ana Martins

Nenhum comentário:

Postar um comentário