Follow by Email

NO DESTINO

Eu sigo os trilhos do amor sincero
A compreensão é a faca que dilacera meu desejo
Pra que fingir se nada mudou
Você é meu pão e eu sou seu vinho
Me alimento da sua sede de viver
E quem vai dizer que os ventos não nos
levam pro destino
Se até os ratos já invadiram o seu
abrigo mesquinho e inútil
Que só desnuda o seu ser
Não se esconda mais
Seu tamanho é maior
E essa cela é "P"
Meu amor é seu amor
E nosso desejo
Não dá mais para se perder
A compreensão é a passageira
Mas a bagagem é do amor.


Ana Martins

Um comentário:

  1. A compreensão é a passageira
    Mas a bagagem é do amor... Gosto disso!

    ResponderExcluir